Regurgitação ou doença do refluxo

Regurgitação ou doença do refluxo é a volta do conteúdo do estômago para o esôfago e depois será eliminado pela boca. O bebê vai mamar, engolir o leite, que passará pelo esôfago em direção ao estômago. Por algum motivo esse leite faz o caminho de volta: do estômago para o esôfago e saindo pela boca, sem que se faça esforço.

Nos bebês saudáveis podemos encontrar a REGURGITAÇÃO FISIOLÓGICA, ou seja, uma regurgitação que faz parte do desenvolvimento normal do bebê, pois ele ainda apresenta uma certa imaturidade do seu aparelho digestivo.

Na junção do esôfago com o estômago, encontramos uma válvula que impede que o conteúdo ácido do estômago volte para o esôfago, chamamos de Esfíncter Esofagiano Inferior.

Nos bebês, pela imaturidade normal do aparelho digestivo, encontramos essa “válvula” do estômago e esôfago um pouco “afrouxada”, permitindo assim, que o conteúdo do estômago suba para o esôfago, podendo ou não sair pela boca.

É um processo normal, fisiológico, que se inicia com mais de 3 semanas de vida e se resolve por volta de 6 meses.

O bebê pode apresentar mais de 4 regurgitações por dia, tudo dentro da normalidade.

É aquele bebê que regurgita e não chora, que está saudável, ganhando peso adequadamente e apresentando um bom desenvolvimento e crescimento. Chamamos esse bebê de ”BEBÊ REGURGITADOR FELIZ”, pois, não encontramos nenhum sinal de gravidade.

Mas nem sempre o refluxo será fisiológico, em alguns casos ele provoca desconforto e o bebê apresentará alguns sintomas, será um refluxo patológico: Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE).

Fonte: Descobrindo Crianças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *